O verdadeiro patriotismo é o que concilia a pátria com a humanidade.
Joaquim Nabuco, 1849-1910

Arquivo do blog

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Miguel e Manu: Vamos trabalhar por essa aliança?

Deu no blog Palanque do Blackão:
Por Hélio Sassen Paz


Depois de ter escrito que minha candidata à Prefeitura de Porto Alegre em 2008 seria a Manuela, acho mais sensato abraçar a causa do Jean Scharlau e do Carapuça. Do contrário, apesar dos pesares, de tantas denúncias que o RS Urgente, o próprio Carapuça, o Agente 65, o Buracos da Baltazar e o Buracos de POA têm apurado, infelizmente, acho que Fogaça vai ser bi. :”(
[ . . . ]
Primeiro: a mídia golpista está mais a favor do Fumaça do que nunca, omitindo e minimizando problemas de sua gestão como nunca e supervalorizando uma quantidade ínfima de realizações voltadas para o bem comum com a maior desfaçatez. Nunca se viu isso no RS, nem mesmo na ditadura militar. Com o escabroso arrendamento da Usina do Gasômetro, um espaço público, artístico e plural, símbolo da Administração Popular agora desconstruído, assim como o fora o Largo da Epatur na comemoração da eleição do evaporante ex-senador em função da sede do PTB ficar exatamente ali, a RBS consegue, mais uma vez, levantar sua bandeira, aprumando a sua ponta para cravá-la e tomar posse da nossa capital;
[ . . . ]
Terceiro: étnica e religiosamente, o RS é o estado mais reacionário, conservador e racista do país.
[ . . . ]
Conseqüentemente, se nós, blogueiros, não tivermos um papel preponderante pela união das esquerdas e pelo esclarecimento do nosso público em relação às mazelas das administrações Fumaça (como diz o Agente 65) e Azeda (como eu digo mas não publico pra não me incomodar; prefiro Narizinho, como dizem o Jean Scharlau e o próprio Agente) além de uma espécie de dossiê da RBS, não há a menor possibilidade de que o quadro ano que vem seja muito diferente da seguinte descrição:

- 1º TURNO: Fumaça, Manu e Rossetto - a RBS e a latifundiária e crente Record irão azucrinar dizendo que não houve nenhum conflito na administração Fumaça e que ele é um cara experiente e ponderado, que “uniu” a cidade. Manu aparecerá como a “namoradinha do RS” e como a “rainha dos ‘altinhos’” e representante da “juventude gaúcha”. Rossetto, por sua vez, será vinculado ao Governo Lula, ao MST e não haverá a menor possibilidade de alguém falar bem dele ou do PT na mídia gaúcha. Iriam para o 2º turno Fumaça e Manu. Aí, eles começariam a usar imagens de discursos dela com uma gurizada em volta, onde o Lasier Martins a compararia com algum populista barato, dizendo que falta o eleitorado “amadurecer”. Aos poucos, enquanto ela estiver pau a pau nas pesquisas com Fumaça, começa a exploração do PC do B - “ELA É COMUNISTA!”
[ . . . ]
Então, é fundamental que trabalhemos para que ela (que seria minha candidata a prefeita caso o vice fosse do PT) convença o seu partido a compor novamente a Frente Popular. Ela mesma precisa ter só mais quatro anos de paciência para atingir sua ambição do momento, que é encabeçar a chapa rumo ao Paço Municipal.
[ . . . ]
Então, o PT deveria, pela primeira vez na história, aceitar ter um candidato a prefeito com uma vice de outro partido, assumindo o compromisso de ser vice dela daqui a quatro anos. O partido está muito queimado para aparecer como protagonista. Então, deveria aprender um pouquinho de marketing político uma vez na vida para que as lideranças façam trégua na sua eterna disputa por vaidade e por ambição e ordene que a militância faça a campanha.
[ . . . ]
Mas que tudo o mais fique nas mãos da militância do PT, na gurizada que ama a Manuela e nos pedetistas e pessebistas, que têm maior penetração junto ao eleitor mais velho.

Leia na íntegra em http://heliopaz.wordpress.com/2007/09/11/miguel-e-manu-vamos-trabalhar-por-essa-alianca/
Nota:
O blog Discuta Política Também apóia a candidatura de Manuela d'Ávila à prefeitura de Porto Alegre em 2008 e participa da comunidade do Orkut Manuela Prefeita 2008.

Sobre este artigo leiam também meu comentário.

Um comentário:

Eugenio Hansen disse...

Paz e bem!

1 A chapa MM também é a dos meus sonhos.
Só que talvez em ordem inversa: Manuela prefeita e Miguel, vice.

Seria a ressurreição da Frente Popular em novas bases.

Seria uma chapa que apontaria para o futuro em vez de uma volta à "idade de ouro".

Sou de opinião que Manu na cabeça neutraliza o discurso inconsequente da esquerdista Luciana Genro.

Uma chapa em que desde logo ficaria claro uma nova relação entre aliados. Pois de fato, os governos do PT aqui em Porto Alegre tiveram pouca consideração para com eles, só lembro um fato dentre muitos:

Em 1988 a Frente Popular foi integrada pelo PT e PCB, o Olívio elegeu-se mas na hora de compor o secretariado o aliado ficou chupando os dedos. Alguém acredita que naquela época o PT tinha quadros qualificados para todas as secretarias e o aliado não teria nenhuma pessoa qualificada?

2 Meu pesadelo é os dois concorrerem e conseguirem ir para o 2º turno. Isto pavimentaria a reeleição da Yeda, pois as cicatrizes não se curariam até 2010.

3 Algumas pinceladas sobre minha tragetória política:
- Atualmente não estou filiado a nenhum partido.
- Estive filado ao PT até ano passado.
- Já fiz campanha para as candidaturas proporcionais: Tarso (dep. federal 1986), João Motta (vereador 1988), Estilac (estadual 1990), Rosário (vereadora 1996, estadual 1998), Maria Celeste (vereadora 2000 e 2004), Flávio Kutzi (estadual 2002), Henrique Fontana (federal 2002), Adão Pretto (federal 2006) e Raul Carrion (estadual 2006).